TATIANA MACEDO | TIANANMEN, 4 DE JUNHO DE 2013

Tiananmen, 4 de Junho de 2013

No dia 4 de Junho de 2013, dia de aniversário do massacre de 4 de Junho de 1989, fui à Praça Tiananmen em gesto memorial daqueles que ali se manifestaram, que perderam a vida e que foram presos, torturados e perseguidos há 24 anos por um regime que ainda reprime a liberdade de expressão e o direito à memória. Naquela que é uma das praças mais vigiadas do mundo, e no dia em que essa vigilância redobra para dissuadir qualquer hipótese de lembrança daquela data, a minha atenção foi para a captação de som do local: mensagens propagandísticas, sorrisos ingénuos, silêncios forçados. A par da captação de som em cassete, (suporte análogo à década de 80), fotografei todos os postes de videovigilância compostos por dezenas de câmaras e altifalantes que circundam a praça de forma imponente. O vento forte corta a gravação à faca.

tatiana-macedo

Tatiana Macedo

1981, Lisboa, Portugal

Licenciatura em Belas Artes pela Central St Martins College of Art & Design (Londres, 2004), Mestrado em Antropologia Visual pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Tem também um Diploma Profissional em Studio & Location Photography pela London College of Communication (Londres, 2004). Em 2005 foi seleccionada para participar no Programa Avançado de Fotografia da Fundação Calouste Gulbenkian – Programa Gulbenkian Criatividade e Criação Artística- uma série de Masterclasses com Stephen Shore, Joan Fontcuberta, Paul Wombell, Ute Eskildsen, Thomas Demmand, Theresa Hubbard / Alexander Birchelar e Patrick Faigenbaum.

Em 2007 foi Artista Residente no CAM-JAP- Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão, na Residência Artística Internacional Sítio das Artes, com tutorias de Walid Raad, Richard Wentworth e Sérgio Mah, entre outros. Vive em Lisboa e trabalha entre Lisboa, Londres e Amesterdão. Em 2012 Macedo completou o seu primeiro Documentário Experimental Seems So Long Ago, Nancy, que teve estreia Mundial na Competição Portuguesa do FestivalINternacional DocLisboa’12. O filme foi inteiramente rodado na Tate Modern e Tate Britain (Londres, 2011) e teve exibições em ínumeros festivais de Cinema e galerias no Reino Unido, Holanda, Portugal, Espanha, Perú, Argentina e Macau. Uma versão work-in-progress deste trabalho foi anteriormente exibida em Amesterdão integrando o Video Programme Really Exotic? comissariado pelo Stedelijk Museum Bureau com obras de Clemens von Wedemeyer, Apichatpong Weerasethakul, Olaf Breuning, David Hammons, entre outros.Uma outra versão foi apresentada, em 2012 na Tate Britain, a par de uma conversa com o curador Paul Goodwin (Late at Tate). Em 2013 o filme foi novamente apresentado na Tate Britain, no Simpósio Urban Encounters, integrado no Urban Photography Festival em que Tatiana Macedo foi a artista convidada oficial.

Exposições individuais recentes incluem a primeira exposição individual da artista numa instituição portuguesa, intitulada Staff Only no MNAC-MC- Museu Nacional de Arte Contemporânea, Museu do Chiado, (Lisboa 2013/2014). Destacam-se também as exposições individuais Seems So Long Ago, Nancy na galeria Tegenboschvanvreden (Amesterdão, 2014) , exposições homólogas na Galeria do IPT, Instituto Politécnico de Tomar, com curadoria de Duarta Amaral Netto (Tomar, 2013) e na Galeria 4 Windmill St. Gallery, (Londres, 2012) bem como Like Picking Leaves in the Forest, no Carpe Diem Art & Research, (Lisboa, 2012).

Exposições colectivas recentes incluem Rooms with a View – Manifesta Biennial of Contemporary Art, (Amesterdão, 2013), Jaz Aqui, Na Pequena Praia Extrema, Galeria Zé dos Bois, (Lisboa, 2013), Visões do Desterro naCaixa Cultural do Rio de Janeiro, (Rio de Janeiro, 2013), Heide Hinrichs, Tatiana Macedo, Aldwin van de Ven na Galeria Tegenboschvanvreden, (Amsterdão, 2011) e Deslocações: 4 Perspectivas Portuguesas Contemporâneas no Comitée Económico e Social Europeu (Bruxelas) e nos Centros Culturais Portugueses em Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Brazil (2007).

Em 2013 foi artista residente na Galeria Zé dos Bois. Macedo recebeu um apoio para a Internacionalização pela Fundação Gulbenkian em 2013, um apoio para Cinema Experimental pela mesma instituição em 2012, uma bolsa Inov-Art pela Direcção geral das Artes, uma bolsa para Jovens Criadores pelo Centro Nacional de Cultura (2008 e 2009) e uma bolsa de curta duração em Xangai pela Fundação Oriente (2008). O seu trabalho está representado em diversas colecções privadas nacionais e internacionais.

Mais informações sobre a artista aqui

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s